terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Marmitinhas de Natal da Academia Kyokushin....

Dei uma sumidinha (mais uma) por uma questão pessoal.
Estou abrindo aqui mais uma vez uma situação íntima para dividir com vocês ... Scrap que é bom esta de férias! Hihihi...
Ando resolvendo uns probleminhas, colocando para fora alguns assuntos que terão simmmm que ser discutidos em mesa redonda com a familia, e apoiando uma linda menina-amiga que não merece a reviravolta que anda acontecendo na sua vida!
Estes tempos vi um filme que me foi indicado “L´anniversaire” um filme francês que se passa, na maior parte do tempo, numa casa espetacular no Marrocos. Ta bom não vou contar fatos e nem a resenha do filme... mas uma frase me chamou a atenção... e como tenho sempre um pedacinho de papel comigo, algumas coisas eu escrevo e depois debato comigo mesma... O personagem principal em determinado momento se pergunta: ”Acho que eu não entendi direito a vida“.
E eu me pergunto: - Será que eu entendi a vida? Isso até parece bobagem, mas faz toda a diferença entre ter uma vida bem aproveitada e ter uma vida desperdiçada em picuinhas, mediocridade, espírito de porco, necessidade de desprezar os outros para se sentir “alguém”, arrogâncias que só mostram insegurança… Alguém que entendeu a vida não perde tempo com exibimentos.
Simplesmente trata de ser feliz do seu jeito.
Família é algo especial. Digo isso como um mea-culpa, porque muitas vezes fiz pouco caso dessa instituição, mas o tempo – sim á, o tempo!
Me fez também baixar a guarda e reconhecer que nada faz mais bem a alma do que estar entre pessoas afetivas, queridas, que conhecem você desde que você nasceu, que te querem bem mesmo que sejam completamente diferentes de você. Pessoas que te fazem, no sentido mais amplo do termo, se sentir em casa.
Este Post é para alguém especial... Minha Amiga-Menina-Cunhada Valeska! Fica bem tá?

Bom... vou mostrar as lembrancinhas que fiz para a Academia Kyokushin.
São Marmitinhas com um Misto de lift do Mini Álbum de Natal 2010.





Beijos,

5 comentários:

Tania Martyns disse...

Oi Cla ,
já entendi a vida ,discordei dela ,concordei com ela ,me revoltei ,resignei e lutei pela vida .
Acho que a vida é assim ,instável ,mágica ,justa e muitas vezes injusta .
Não sei o que está acontecendo da vida da tua amiga ,mas vou rezar e pedir a Deus que tudo de certo na vida dela ,espero estar ajudando .

Amei as marmitinhas /mini álbuns ,rssrs...ficaram muito fofas !

Um beijo grande ,já estava com saudades !

Valeska disse...

Não tenho palavras para agradecer o que tens feito por mim!
Acho que eu estou neste momento de não entender direito o que é a vida... Mas sò desejo entender e me achar! E é muito bom saber que posso contar com você! Obrigada, 0brigada e obrigada!

Aline Salmon disse...

Uau...não sei por onde começar...
Primeiro tenho que confessar que amo sua sensiblidade e da forma como vc escreve um desabafo...que pose e que glamour para falar de questões que passam na cabeça de todo mundo, mas que muitas vezes fingimos não entender. É preciso muita coragem para responder essa pergunta e mais do que isso, reconhecer que precisa mudar.
Muitas vezes a vida nos prega peça justamente para nos sacudir e fazer com que enxerguemos a essencia da vida.
Ih... agora quem está filosofando sou eu...rsrsrsr Quando eu digo que você me inspira...rsrsrs
Amo você flor e amo esse seu jeitinho de ver e questionar o mundo!!!!

Beijos enormes daqui de longe direto para o seu coraçãozão!!!!!

Dani Fai disse...

Que Deus acompanhe sua amiga!!!!
Lindas marmitas!!!!

Rosangela Philippsen disse...

Clarice querida!
Adorei sua visita, adorei mesmo... lembro que nós nos conhecemos na feira, não esqueci, viu!
Mas eu já te cocnhecia antes, virtualmente pelo lindo trabalho que você faz com as marmitinhas, e até já nos inspiramos nelas aqui em Curitiba.
Seu blog é lindo, e sua sensiblidade fica clara aqui.
Parabéns.
beijos,